terça-feira, 7 de novembro de 2017

Atualização de Patrimônio - Outubro R$ 38.324,11 (-11,22%)

Boa Tarde, Pessoal!

Esse mês não foi dos melhores, tive gastos extras com automóvel e casamento me deixando negativo em mais de 10%. Isso me deixou triste em relação ao crescimento, pois não aportei e ainda tive que utilizar parte das economias para tal, mais é isso vida que segue.



Em relação ao mês anterior tive queda porém ainda acima da expectativa. Um detalhe meus aportes estão mais baixo do que poderia realizar, pois como comentei acima vou me casar e isso suga pakas!



Como não queria correr muitos riscos diminui minha posição em Bitcoin, que agora representa apenas 1% da minha carteira.




Bem é isso, até a próxima!

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Intervenção Estatal e o setor imobiliário




Salve, Salve Amigos!

Hoje vou entrar em um assunto polêmico, que a maioria provavelmente irá falar: 
-Mentira Sr Hammer, isso é um absurdo, imóvel nunca desvaloriza!



Entretanto estamos passando por um período que há tempos já se comentava pelos cofins da internet e que fortemente foi infelizmente desmentido pela maioria. Hoje o que vemos é um cenário de estabilização dos preços e queda perante a inflação, sendo que a tendência é permanecer deste modo por longos anos até uma equalização em relação a renda da população, pelos seguintes motivos:

  • Governo não consegue injetar dinheiro na construção civil;
  • Maiores players falindo (Vide PDG);
  • População com redução de suas economias (Poupança em baixa);
  • Preço do aluguel em redução.
Ao analisar imoveis retomados na caixa um passivo de 4,9 bilhões no primeiro semestre de 2016 (Olhe uma matéria aqui). Se ela fosse uma construtura, seria a maior construtura com estoque no Brasil! É incrível como uma grande parcela das riquezas criadas no Brasil foram direcionadas para esse setor seja por liberação desenfreada de crédito ou apoio a empresas do setor.

Em relação ao crédito farto podemos relatar que sempre o bem de consumo seja ele, imóvel, automóvel ou um abajur será vendido pelo valor que o cliente aceita pagar, sabendo ou não o processo que foi realizado para a construção daquele bem. 

As subidas constantes de preço foram ocasionadas pelos empréstimos desenfreados e cada vez mais alto e descolado com a renda familiar brasileira. Se antes as pessoas juntavam dinheiro por 5 anos para adquirir um imóvel agora assumem uma dívida de 30 anos 3 vezes maior que o valor solicitado. Hoje vemos pessoas na faixa de 20 a 35 anos falando que possuem um imóvel, porém na verdade possuem apenas uma divida que carregara anos a fio.

Será que estamos vivendo numa Bolha?


terça-feira, 10 de outubro de 2017

Falando de Investimentos - Parte 1 - Renda Fixa

Falando de investimentos
Salve salve pessoal!



Hoje deu vontade de compartilhar sobre investimentos e tudo mais (nem tudo é considerado investimento). No entanto vou colocar um resumo geral e depois vou indexar cada assunto para me aprofundar. Bem siga-me os bons...

Primeiro acho que não podemos fugir da renda fixa, pois é o principal meio para criar uma reserva e conseguir volume para a diversificação de sua carteira. Nela podemos subdividir em:
  • CBD (Certificado de Depósito Bancário)
  • LF (Letra Financeira)
  • LC (Letra de Câmbio)
  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário)
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)
  • Poupança
  • TD (Tesouro Direto)
Em todos estes investimentos exceto TD temos o FGC (Fundo Garantidor de Crédito) que atualmente garante R$250 mil por CFP e Instituição financeira no caso que haja falência decretada. Em relação ao TD ele é utilizado para financiar projetos públicos, então a menos que o país quebre você não terá problemas para recebimento dos valores oriundos da aplicação.

Quando olhamos qual aplicação possuí o melhor rendimento, normalmente utilizamos o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), IPCA(Índice de Preços ao Consumidor Amplo) ou SELIC, existem outros porém os mais utilizados são esses. Então na hora da compra sempre leve em conta os juros que iram render, prazo e propensão ao risco pois as melhores taxas de juros serão encontrada em instituições pequenas ou com problemas de liquidez.

Teremos uma parte 2 para não ficar extenso, nela vou falar sobre Renda variável e Criptomoedas.

Que a Força dos Juros Opressores esteja com vocês.


segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Atualização de Patrimônio - Setembro R$41.369,19 (+6,58%)

Boa tarde, Pessoal!

Estou iniciando minhas aventuras em direção da IF (Independência Financeira), vou publicar minhas evoluções mensais e também tudo que me der na telha. Então primeiramente já vou mandar o primeiro resultado desta jornada de juros opressores.


O resultado neste mês foi muito fora do comum, principalmente devido ao aporte generoso. Meus aportes são baixos mensalmente ficando fixado em R$770,00, isso se deve a reforma que estou realizando em caso e que consome um valor considerável, mesmo assim fechei o mês em R$41.369,19 com rendimento de 6,58%.




Em relação a distribuição, estou praticamente em Renda Fixa exceto por um valor de cerca de 5% em Bitcoin que inseri para testar a votalidade, mais para frente vou inserir mais informações.


Bem pessoal essa será minha primeira postagem, espero criar posts das mas variadas informações em relação a investimento, economia, bem estar e um pouco mais.

Abraços as guerreiros que entraram nesta fria que é IF kkkk.

Atualização de Patrimônio - Outubro R$ 38.324,11 (-11,22%)

Boa Tarde, Pessoal! Esse mês não foi dos melhores, tive gastos extras com automóvel e casamento me deixando negativo em mais de 10%. Isso ...